Perder peso ou Perder Gordura? O que é certo?

Pierre Maestri

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Perder peso é diferente de perder gordura e você precisa ter a clareza que existe essa diferença, pois, assim evita cair em armadilhas que irão atrapalhar o processo de emagrecimento.

Se seu objetivo é diminuir a gordura corporal e com isso ter um corpo mais bonito e saudável, leia o artigo abaixo e saiba agora mesmo como emagrecer de forma correta, sem correr o risco de frustrações como efeito sanfona ou ausência de resultados.


O corpo humano é formado por diversos componentes, portanto o peso corporal é a soma do peso desses componentes, como água, gordura, proteínas e minerais. Assim, quando o peso corporal diminui, estamos falando da diminuição de quaisquer um desses componentes corporais. No entanto, quando falamos que a gordura diminuiu, estamos falando especificamente o componente corporal diminuído, a GORDURA.

Nesse caso, o que pode variar é onde você perdeu essa quantidade de gordura, se foi nas pernas, braços ou tronco, ou até mesmo se foi a gordura encontrada nas vísceras, conhecida como gordura visceral. Portanto, quando estamos falando em perda de gordura, estamos sendo específicos em diminuição do tecido adiposo (subcutâneo ou visceral), diminuindo assim o percentual de gordura corporal e deixando seu corpo mais bonito e saudável.

Então não se iluda se alguém falar que perdeu peso e está mais saudável, pois não significa que perdeu gordura corporal. Somente significa que algum componente corporal diminuiu.

Como fazer para saber se estou perdendo gordura ou somente peso corporal?

Atualmente existem diversos métodos de análise corporal, sendo um mais preciso que o outro, mas irei me aprofundar em outro post sobre cada método. O que vai definir qual você deve escolher é o quanto você deseja atingir resultados para seus OBJETIVOS e claro, sua disponibilidade de tempo e investimento.

A avaliação GOLD STANDART (isso quer dizer que outros métodos de avaliação são comparados a ele para ver o quanto são precisos) para saber a quantidade de gordura corporal e massa muscular é o DEXA. Esse método embora preciso e muito detalhado, possui algumas falhas. Nele conseguimos ver segmentos corporais, como gordura localizada, assimetrias entre o lado direto e esquerdo e inclusive a proporção das pernas com os braços. Ele é um dos principais métodos de avaliação da massa óssea, identificando problemas como osteopenia e osteoporose. Outros componentes como água intracelular e extracelular, ele não nosdá os resultados, sendo que se pensarmos que nosso corpo é constituído de mais de 70% de água, esses dados são muito importantes e farão falta. Além disso, existem poucos locais com o equipamento e seu custo acaba se tornando caro para realização.

Outra avaliação muito comum e utilizadas em muitas academias e nutricionistas é a avaliação antropométrica de dobras cutâneas, onde o avaliado tem que tirar a roupa, ficar uma hora sendo avaliado e “apertado” pelo avaliador, gerando um pouco de desconforto

e constrangimento. Além disso, ao se comparar ao DEXA, sua correlação pode variar de 10% a 30% o erro da avaliação, dependendo da experiência do avaliador. O principal ponto “positivo” eu diria, é o preço, muito mais barato que a maioria dos métodos. No entanto, apenas conseguimos ver a gordura total, massa muscular total e assim como o DEXA não conseguimos avaliar o principal componente do corpo, a água corporal.

Um método que avalia a água corporal é a bioimpedância, muito popular em farmácias e em feiras praticadas por empresas de “shaques milagrosos”. Esses equipamentos possuem uma estimativa de 40%. Esse método mascara muitos componentes e seu erro é extremamente alto, não recomendo criarem suas METAS através dele.

Atualmente o método mais eficaz e preciso que conseguimos avaliar diversos componentes importantes é o método utilizado pela InBody, onde além da fazer tudo que o DEXA faz e o que a avaliação de dobras cutâneas faz, ele avalia os liquido corporais (água intracelular e extracelular) dentre diversas outras coisas. Possui uma precisão de 98,4% em uma velocidade impressionante de 45 segundos, e o melhor de tudo é que não é uma forma invasiva de avaliação e possui um custo aceitável no mercado. Além de avaliar tudo isso consegue avaliar metabolismo, gordura visceral, estado nutricional, sua hidratação e se está retendo líquidos e sua localização.


Considerações finais

A decisão da forma certa de controlar os componentes corporais pode definir o sucesso ou não de seu objetivo. O importante é que através da avaliação da composição corporal você criará métricas muito mais eficazes que peso corporal na balança para realização do seu objetivo.

Se você não definiu ainda seu objetivo, baixe meu ebook ensinado como fazer

BAIXAR EBOOK

Grande Abraço

 

Pierre Maestri

 


Pierre Maestri

Deixe um Comentário

* Indicar Campos Obrigatórios